Gabinete do Prefeito

Notícias

18 de junho de 2015

Carapicuiba, vice-presidente do G100 apresenta demandas no Congresso Nacional

Em encontro para discutir o pacto federativo, realizado na última quarta-feira (17) no Congresso Nacional, o vice-presidente da FNP para assuntos do G100, e também prefeito de Carapicuíba, Sergio Ribeiro, reivindicou que fosse criado um conselho em defesa dos municípios. O G100 representa as cidades com mais de 80 mil habitantes, com baixo orçamento municipal por pessoa e vulnerabilidade socioeconômica.

 

A necessidade de revisão do pacto federativo foi apresentada em 19 demandas municipalistas pelos prefeitos e prefeitas que fazem parte da FNP aos presidentes do Senado Federal, Renan Calheiros, e da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

 

Marcado pelo tom propositivo, a reunião foi importante momento de diálogo e debate de questões diretamente ligadas à vida nas cidades. O presidente Renan Calheiros destacou que é preciso que o Congresso Nacional assuma o protagonismo em busca de um novo desenho da Federação. “Nesse novo desenho, com um novo papel para os municípios, são os prefeitos que devem apontar esse caminho”, completou.


Para o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o momento é propício para discutir o pacto federativo. O deputado declarou que é imperioso trabalhar para solucionar os problemas mais graves enfrentados pelos municípios e escalonar as necessidades por ordem de prioridade. “A PEC 172/2012, que proíbe a criação de obrigações para os entes federados sem a indicação da fonte dos recursos necessários, deve ser votada na Câmara ainda no primeiro semestre”, assegurou Cunha. 

Vice-presidente da FNP para assuntos do g100 e prefeito de Carapicuíba, Sergio Ribeiro, destacou que o Legislativo precisa olhar para esta centena de municípios com atenção. “No modelo atual precisaríamos de 102 anos para que essas cidades tivessem a mesma condição da média nacional. É por isso que esses municípios precisam fazer parte da agenda nacional, para que se possa corrigir essa grande distorção”, ressaltou.

 



Ver todas as notícias