Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação

Notícias

11 de outubro de 2011

Em parceria com a Prefeitura, ONG internacional constrói casas populares

A Entidade latino-americana, Organização Não Governamental (ONG) “Um Teto para meu País” (UTPMP), é liderada por jovens que combatem a pobreza extrema e promovem, na prática, melhorias reais na qualidade de vida de pessoas que vivem em condições precárias.

Em Carapicuíba, a UTPMP já construiu 131 moradias de emergência, beneficiando mais de 600 pessoas na região da Cohab, Fabriquinha (Vila Cristina), Tonato, Porto de Areia e Murão (Vila Menk). O critério para a construção das casas é a situação socioeconômica dos moradores e sua condição de extrema pobreza. A escolha dos bairros é feita através de pesquisas junto às comunidades e de informações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação.

O trabalho, realizado por centenas de jovens universitários de várias regiões da América Latina, que atuam como voluntários, acontece com a presença dos moradores, que participam do planejamento e dão sugestões até da cor da nova casa. A construção de qualidade prevê inclusive isolamento térmico, o que torna o ambiente aconchegante e saudável, além de proporcionar lições de cidadania e dignidade, através do trabalho comunitário que eleva a auto-estima da comunidade.

Histórico e trabalho
A UTPMP nasceu no Chile em 1997, após atividades lideradas pelo sacerdote jesuíta Felipe Berríos, que coordenou a construção de uma capela com o apoio de jovens universitários. A iniciativa cresceu como forma de denunciar a situação de pobreza extrema em que vivem milhares de pessoas, a partir da construção de casas emergenciais e a realização de planos de habitação social.

A ONG já recebeu prêmios internacionais na Europa, Estados Unidos e destaque na ONU.



Ver todas as notícias