Imprensa

7 de abril de 2017

Pronto Atendimento Vila Dirce implanta sistema de classificação de risco

Visando reduzir o tempo de espera e melhorar o atendimento, a unidade de Pronto Atendimento Vila Dirce implantou o sistema de classificação de risco. A equipe iniciou o novo sistema de atendimento no último dia 27 de março e, segundo Marília da Silva Santos Pires, diretora da unidade, a medida resultou em aprovação da população: “a maioria elogia bastante”, avalia, “porque a classificação de risco reduz o tempo de espera e garante qualidade no atendimento aos pacientes com queixas mais graves”. 

Funciona assim: logo ao chegar na unidade de saúde, o paciente passa por uma avaliação. Dois profissionais de enfermagem fazem a avaliação, o que inclui a aferição da pressão arterial. Com base na principal queixa, o paciente recebe uma pulseira com uma cor: vermelha, amarela, verde ou azul. 

- Pacientes graves, com alto risco de morte terão atendimento imediato. Cor vermelha.
- Pacientes graves com possível risco de morte terão prioridade média. Cor amarela.
- Pacientes com queixas agudas e urgência relativa terão prioridade baixa. Cor verde.
- Casos simples terão atendimento após os outros níveis. Cor azul.

“Estamos colocando ordem na casa e a saúde é prioridade”, explica o prefeito, “por isso optamos pelo sistema de classificação de risco, num plano piloto aqui no Pronto Atendimento Vila Dirce. O objetivo é consertar os erros e melhorar todo o sistema municipal de saúde. Nossa população merece uma saúde de qualidade”. 
 


Ver todas as notícias