Imprensa

2 de fevereiro de 2017

Patrulha da Dengue começa maratona de mutirões pelo Ariston

O programa Patrulha da Dengue, desenvolvido pela prefeitura de Carapicuíba, através da Secretaria de Saúde e envolvendo todas as secretarias, começou a maratona de visitações aos bairros da cidade. No último sábado, 28, a Patrulha da Dengue esteve no Ariston, numa grande ação contra o mosquito.

 
Mais de 250 voluntários divididos em grupos para visitar o comércio e as residências, numa grande ação de conscientização. Ao todo, foram visitadas 1.220 residências. Foram identificados quatro focos de larvas, que passaram por controle mecânico e tiveram amostras recolhidas para exame de laboratório. Em alguns locais as equipes eliminaram recipientes de água parada e em outros fizeram controle químico com larvicida. O mutirão contou ainda com equipes para recolher entulho, poda de árvores e até retirada de veículos abandonados.
 
Para atender todos os bairros, a equipe técnica dividiu a cidade em 10 regiões. E no próximo sábado, dia 4, a Patrulha da Dengue irá visitar outras regiões da cidade.

APOIO DA POPULAÇÃO – A ação foi muito bem recebida pela população do bairro. “A prefeitura está começando um bom trabalho. Nunca foi feito um trabalho igual a esse”, opina seu José Paixão, “o mosquito encurta a vida. Mata mesmo. E eu quero viver mais oitenta anos em cima desses oitenta que eu já tenho”.
 
A jovem Mariana Santos confirma: “É uma ação muito boa, ainda mais porque  são voluntários, caminhando embaixo desse sol. Importante visitar de casa em casa, vendo onde tem o foco do mosquito. Na nossa comunidade, ainda tem muita gente que não tem consciência. Por isso acho essa ação muito bacana”.

TODOS CONTRA A DENGUE – Focos de procriação são locais com água limpa e parada. A fêmea do mosquito bota os ovos na parede desses recipientes, bem próximo à superfície da água. Daí a importância de lavar esses locais com escova. O ovo sobrevive um ano no seco e, quando encontra umidade, se transforma em pupa, larva e, em sete dias chega à fase adulta.
 
Todo cuidado é pouco. A recomendação é que cada morador, uma vez por semana, verifique os possíveis criadouros. Qualquer vasilha com água parada pode ser foco do mosquito.
 

 



Ver todas as notícias