Imprensa

15 de outubro de 2019

Ministério da Saúde inicia nova etapa da campanha nacional de vacinação contra o sarampo

 Até o dia 25 de outubro, devem ser vacinadas crianças entre 6 meses e 4 anos de idade. Entre os dias 18 e 30 de novembro, o público-alvo passa a ser jovens de 20 a 29 anos. É necessário apresentar a carteira de vacinação, pois a campanha é somente para aqueles que ainda não tomaram todas as doses do imunológico. Neste sábado acontece o Dia D de vacinação em todas as UBS’s (exceto a USF Vila Dirce), das 8 às 16 horas.


Erradicada do Brasil desde 2016, o sarampo ressurgiu principalmente no público-alvo da campanha. De acordo com dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde, até a última semana, o total de casos de sarampo em São Paulo já soma 7.649.


A vacina aplicada é a tríplice viral, que estimula a produção de anticorpos contra o sarampo, rubéola e caxumba. A Campanha reforça a importância da vacinação para os mais afetados pela doença (crianças e jovens), no entanto, pessoas de todas as idades podem atualizar a caderneta de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde.


Quem deve se vacinar:


Bebês de 6 meses a 1 ano incompletos: Devem tomar a “dose zero”.


Pessoas de 12 meses a 29 anos: Devem ter duas doses da tríplice viral registradas na caderneta de vacinação.


Pessoas de 30 a 59 anos: Devem ter pelo menos uma dose da tríplice viral na caderneta de vacinação.


Pessoas com mais de 60 anos: Não precisam se vacinar, por já terem tido contato com a doença


Os sintomas do sarampo caracterizam-se por febre alta, tosse, coriza, aparecimento de manchas vermelhas no corpo e pontos brancos na mucosa bucal. Caso identifique esses sintomas, procure a unidade de saúde mais próxima.



Ver todas as notícias