Imprensa

23 de março de 2017

Escolas da rede municipal de ensino redescobrem a história de Carapicuíba

No próximo domingo, 26, Carapicuíba completa 52 anos de emancipação político-administrativa, e a rede municipal de ensino embarca na história da cidade. A criançada de toda a rede  está envolvida no projeto Redescobrindo nossa História. Trata-se de um mergulho no passado, revisitando os principais fatos históricos, que resultam em trabalhos escolares. Já os estudantes das quintas séries estão numa maratona de roteiro histórico.

 

Nos dias 21 e 22, 140 estudantes visitaram locais como o Parque da Aldeia, Helipark, Parque Planalto, Shopping Carapicuíba, Estrada da Fazendinha, Santa da Pedra (Vila Iza), Educandário Santa Terezinha, Parque Gabriel Chucre e a Cohab, além da avenida Inocêncio Seráfico. 

 

A GÊNESE – O aldeamento de Carapicuíba foi fundado por Anchieta, em meados de 1580. Época de muitos conflitos, principalmente com os bandeirantes, interessados na captura de índios para utilizar como mão de obra escrava. 

 

Em 1854 o Barão de Iguape comprou as terras e deu-lhe o nome de Fazenda Carapicuíba. Com a chegada da Estrada de Ferro Sorocabana, em 1875, o vilarejo conheceu um tímido aceno de progresso. A primeira estação só foi construída em 1921, a Estação Sylviania. Um desvio foi feito para atender o abatedouro de gado instalado no quilômetro 21. O gado ficava confinado no conhecido por Campo da Boiada, hoje Parque dos Paturis. Os funcionários do abatedouro e da ferrovia se instalaram no pequeno vilarejo, que começou a crescer. Em 1923, a Fazenda Carapicuíba foi vendida a Delfino Cerqueira, que contratou uma empresa para lotear e abrir ruas. 
 
Em 1926, se instalava no jovem município a Fiação Sulamericana, com a Vila Operária. A estação Antonio João foi construída para atender a demanda dos funcionários dessa empresa. A estação Santa Terezinha foi construída para atender o Educandário Santa Terezinha, que na época abrigava filhos de hansenianos. Em 26 de março de 1965, Carapicuíba se emancipa de Barueri.


Ver todas as notícias