Imprensa

26 de novembro de 2019

Carapicuíba tem programa de coleta seletiva inédito no país

Cada pessoa produz diariamente um quilo de resíduo sólido, em média. O montante resulta em sérios transtornos para a gestão pública, além de comprometer o meio ambiente. O custo da remoção até os aterros sanitários e o tempo que os resíduos levam para decompor ampliam a problemática. Carapicuíba, cidade da região oeste da grande São Paulo, é pioneira num programa de coleta seletiva. O programa Recicla Carapicuíba consiste na convocação de alunos, e seus respectivos pais, para levarem o material reciclável até a escola, onde é pesado, com respectivo valor deduzido na conta de energia elétrica.


Trata-se de uma parceria entre a Prefeitura de Carapicuíba e a Enel. O plano piloto soma 10 unidades do bairro da Cohab. São 9 pré-escolas e uma de Ensino Fundamental, somando cerca de 3 mil alunos.


A criança separa o material reciclável em casa e traz para a escola. Papel, plástico, metal ou vidro, são pesados separadamente por uma equipe da própria escola. Um software, desenvolvido pela Enel, calcula o valor do material, que será abatido na fatura de energia elétrica. A criança inscrita recebe um cartão, em seu nome, onde consta ainda o número da conta de energia de sua casa. “O cartão é emitido em nome da criança porque ela protagoniza a ação. Ela é o agente principal numa ação que envolve orçamento familiar”, acrescenta a secretária de Educação. “O maior compromisso desse programa é a preservação do meio ambiente, mas esse material que a criança ou os pais trazem para a escola resulta em um desconto na conta de luz: quanto mais material trouxer, maior o desconto”, finaliza.


Satisfeito com os resultados apresentados nessa primeira fase, com o plano piloto, a Prefeitura quer ampliar o programa já no próximo semestre.



Ver todas as notícias